Caderno de Questões - ENGENHARIA CIVIL - Pavimentação, Transportes e Patologias em Obras Civis - Questões Resolvidas e Comentadas de Concursos (2010 - 2013) - 1º Volume

Caderno de Questões - ENGENHARIA CIVIL - Pavimentação, Transportes e Patologias em Obras Civis - Questões Resolvidas e Comentadas de Concursos (2010 - 2013) - 1º Volume

Fabricante: Didática Editorial
Modelo: PTPOC.01
Disponibilidade: Em Estoque
Preço: R$ 49,90
Qtd:  

Especificação

Livros
Nº de Páginas 157
Formato do Papel A5 - 14,8x21 cm
Capa Colorida
Conteúdo Preto e branco
Encadernação Brochura

ESTE CADERNO DE QUESTÕES, EM TAMANHO A5, AGREGA QUESTÕES RESOLVIDAS E COMENTADAS DE PAVIMENTAÇÃO, TRANSPORTES E PATOLOGIAS DE OBRAS CIVIS, DE CONCURSOS DE ENGENHARIA CIVIL, DOS ANOS DE 2010 A 2013.  

NÃO REPETIMOS QUESTÕES RESOLVIDAS E COMENTADAS DE OUTROS MATERIAIS ANTERIORMENTE ELABORADOS. AS QUESTÕES QUE INTEGRAM ESTE MATERIAL NÃO CONSTAM NOS VOLUMES 1,2,3,4 E 5 DE ENGENHARIA CIVIL.

Este material tem por objetivo servir de apoio para aqueles que prestam concursos públicos na área de Engenharia Civil. São 144 questões resolvidas e comentadas (PAVIMENTAÇÃO, TRANSPORTES E PATOLOGIAS DE OBRAS CIVIS), com o propósito de fazer com que o leitor entenda de forma clara e objetiva o assunto. Tendo em conta a dificuldade de encontrar material disponível na área e a extensa lista de conteúdos exigida para os concursos, a intenção é que através deste material, o leitor consiga aprofundar conceitos, entrar em contato com o que está sendo exigido e se preparar para as provas escolhidas.


DADOS DA OBRA

ELABORAÇÃO: MARCIO DE FREITAS
COLABORAÇÃO: ROBSON CASTRO OLIVEIRA
CAPA: ADRIANO AMADEU


 
QUESTÕES DE PAVIMENTAÇÃO, TRANSPORTES E PATOLOGIAS DE OBRAS CIVIS DAS PROVAS:
 
ANTT - CESPE - 2013;
CAERD - FUNCAB - 2013;
DCTA - VUNESP - 2013;
ELETROBRÁS - BIORIO - 2013;
LIQUIGÁS - CESGRANRIO - 2013;
MINISTÉRIO DA JUSTIÇA - CESPE - 2013;
MPE-ES - VUNESP - 2013;
PC-RJ - IBFC - 2013;
POLÍCIA FEDERAL - CESPE - 2013;
POLICIA CIVIL-MG - FUMARC - 2013;
TRT-12 - FCC - 2013;
TRT-18 - FCC - 2013.
 
BASA - CESPE - 2012;
DPE-PR - PUC - 2012;
FATMA - FEPESE - 2012;
ITAIPU - UFPR - 2012;
PETROBRAS - CESGRANRIO - 2012;
SECAT-TO - AOCP - 2012;
TCE-PA - AOCP - 2012;
TJ-MG - FUMARC - 2012;
TRE-RJ - CESPE - 2012;
TRF-4 - FCC - 2012;
TRT-6 - FCC - 2012;
UFSC - UFSC - 2012.
 
CELESC - FEPESE - 2011;
CORREIOS - CESPE - 2011;
CREA-RJ - CONSULPLAN - 2011;
DMAE - CONSULPLAN - 2011;
INFRAERO - FCC - 2011;
MEC - CESPE - 2011;
PETROBRÁS - CESGRANRIO - 2011;
PREF.LONDRINA - CONSULPLAN - 2011;
TCE-PR - FCC - 2011;
TRANSPETRO - CESGRANRIO - 2011;
TRT-23 - FCC - 2011;
TRT-ES - CESPE - 2011.
 
BANCO DO NORDESTE - AOCP - 2010;
CODESP - FGV - 2010;
MPU - CESPE - 2010;
PETROBRÁS - CESGRANRIO - 2010;
PREF.CURITIBA - UFPR - 2010;
PREF.JUNDIAÍ-SP - VUNESP - 2010;
SEJUS-RO - FUNCAB - 2010;
TCE-SC - FEPESE - 2010;
TRE-AL - FCC - 2010;
TRE-MT - CESPE - 2010;
TRF-4 - FCC - 2010;
TRT-8 - FCC - 2010.
 
Segue abaixo a resolução de uma questão para demonstrar como o material foi elaborado:
 
Acerca de elaboração e execução de projetos de rodovias, julgue o item a seguir.
 
74.(PF/CESPE/2013) Caso as investigações geotécnicas do subleito indiquem presença de solo de baixa capacidade de suporte e expansão maior que 2%, será necessário que seja previsto no projeto de terraplenagem um rebaixo do subleito, que deverá ser preenchido, geralmente, com material de empréstimo que apresente maior resistência e menor expansibilidade. Outra possibilidade consiste em realizar-se a estabilização química desse subleito com cimento ou cal, para diminuição da expansão e ganho de resistência.
 
Resolução:
74. Verdadeiro - o material do subleito deve apresentar expansão ≤ 2% e CBR ≥ 2%. Caso o material do subleito apresente CBR inferior a 2%, ele deve ser substituído por um material de melhor capacidade de suporte e menor expansibilidade até pelo menos 1 metro. Outra técnica bastante empregada para a melhoria da capacidade de suporte de solos é a estabilização química com cal e cimento. Dentre as modificações conferidas à mistura com a estabilização, destacam-se: o aumento da resistência e, geralmente, o aumento da capacidade de suporte; a melhoria no grau de compactação; a redução dos índices de plasticidade com melhor trabalhabilidade; a redução da expansão e aumento do limite de contração; o aumento na durabilidade e diminuição da permeabilidade. 
 
 
 

DOWNLOAD DE MAIS QUESTÕES DEMONSTRATIVAS

 

ÍNDICE

Comentários (0)

Fazer um comentário

Seu Nome:


Seu Comentário: Obs: Não há suporte para o uso de tags HTML.

Avaliação: Ruim           Bom

Digite o código da imagem:



Tags:

DIDATICA EDITORIAL - CNPJ 12.834998/0001-09 - Alameda Doutor Carlos de Carvalho, 655, Loja 11 - Centro - 80430-180 - Curitiba/PR - Telefones: (41) 3408-9972 - (41) 9702-0059 TIM - Funcionamento das 9:30 as 18 horas em dias uteis - Lepchak Design

Assine nossa Newsletter