ENGENHARIA CIVIL - Questões Resolvidas e Comentadas de Concursos (2014-2015) - 5º VOLUME

ENGENHARIA CIVIL - Questões Resolvidas e Comentadas de Concursos (2014-2015) - 5º VOLUME

Fabricante: Didática Editorial
Modelo: CIV. 05
Disponibilidade: Em Estoque
Preço: R$ 109,90
Qtd:  

Especificação

Livros
ISBN 978-85-66776-25-6
Nº de Páginas 214
Formato do Papel A4 - 21x29,7 cm
Capa Colorida
Conteúdo Preto e Branco
Encadernação Brochura

Dispomos de nossos materiais somente na forma impressa, sendo enviados pelos correios ou retirados pessoalmente em nosso endereço comercial em Curitiba/PR.

ESTE MATERIAL TEM POR OBJETIVO SERVIR DE APOIO PARA AQUELES QUE PRESTAM CONCURSOS PÚBLICOS NA ÁREA DE ENGENHARIA CIVIL. SÃO 490 QUESTÕES RESOLVIDAS E COMENTADAS, TODAS REFERENTES AOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS, COM O PROPÓSITO DE FAZER COM QUE O LEITOR ENTENDA DE FORMA CLARA E OBJETIVA O ASSUNTO. TENDO EM CONTA A DIFICULDADE DE ENCONTRAR MATERIAL DISPONÍVEL NA ÁREA E A EXTENSA LISTA DE CONTEÚDOS EXIGIDA PARA OS CONCURSOS, A INTENÇÃO É QUE ATRAVÉS DESTE MATERIAL, O LEITOR CONSIGA APROFUNDAR CONCEITOS, ENTRAR EM CONTATO COM O QUE ESTÁ SENDO EXIGIDO E SE PREPARAR PARA AS PROVAS ESCOLHIDAS. 

OBS : QUESTÕES ATUALIZADAS COM A ATUAL VERSÃO DA NBR 6118/2014.

NÃO REPETIMOS QUESTÕES RESOLVIDAS E COMENTADAS DE OUTROS MATERIAIS ANTERIORMENTE ELABORADOS. AS QUESTÕES QUE INTEGRAM ESTE MATERIAL NÃO CONSTAM EM OUTROS MATERIAIS QUE JÁ FORAM LANÇADOS. DESTA FORMA, NA COMPRA DESTE VOLUME, NÃO HÁ REPETIÇÕES DE QUESTÕES JÁ RESOLVIDAS EM OUTROS VOLUMES.


DADOS DA OBRA

ELABORAÇÃO: MARCIO DE FREITAS
COLABORAÇÃO: ROBSON CASTRO OLIVEIRA
CAPA: ADRIANO AMADEU


PROVAS ESCOLHIDAS:
 

- INSTITUTO NACIONAL DE SEGURIDADE SOCIAL (INSS) – FUNRIO - 2014;
 
- ITAIPU BINACIONAL – UFPR - 2015;
 
- TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA (TJ-BA) – FGV - 2015;
 
- PETROBRÁS – CESGRANRIO - 2014;
 
- TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 3ª REGIÃO (TRT-3) – FCC - 2015;
 
- CAIXA ECONÔMICA FEDERAL (CEF) – CESPE - 2014;
 
- CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO (CNMP) – FCC - 2015;
 
- UNIV. TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ (UTFPR) – UTFPR - 2015;
 
- TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARÁ (TJ-PA) – VUNESP - 2014; 
 
- FUNDAÇÃO UNIV. DE BRASÍLIA (FUB) – CESPE - 2015;
 
- TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1ª REGIÃO (TRF-1) – FCC - 2014;
 
- TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE RONDÔNIA (TJ-RO) – FGV - 2015.

Segue abaixo a resolução de uma questão para demonstrar como o material foi elaborado:
 

Com relação aos coeficientes de empuxo de terra relacionados a um muro de arrimo, analise as afirmativas abaixo, considerando V para a(s) afirmativa(s) verdadeira(s) e F para a(s) falsa(s). 
( ) Para o seu cálculo, considera-se o solo granular, homogêneo, isotrópico, não saturado e de superfície horizontal. 
( ) O coeficiente de empuxo ativo é calculado quando o solo se expande contra o muro, o que provoca o movimento do muro no sentido da expansão do solo. 
( ) O coeficiente de empuxo passivo é calculado quando o muro desloca-se contra o solo, provocando a compressão do solo. 
 
A sequência correta é: 
A) F - V - F; 
B) V - F - V; 
C) V - F - F;
D) V - V - V; 
E) F - F - V.
 
Resolução:
1ª Afirmativa – Verdadeira: por empuxo de terra entendem-se as solicitações do solo sobre as estruturas que interagem com os maciços terrosos, ou forças que se desenvolvem no interior destes maciços. Para a determinação dos coeficientes de empuxo, considera-se um semi-espaço infinito, constituído por um solo granular, homogêneo, isotrópico, não saturado e de superfície horizontal.
2ª Afirmativa – Verdadeira: no empuxo ativo, a estrutura se desloca para fora do terrapleno, isto é, na direção do movimento do maciço de terra. Surge então o coeficiente de empuxo ativo (Ka), utilizado para o cálculo do empuxo quando o solo se expande. Neste caso, o solo sofre uma distensão ao reagir contra esta ação de afastamento do plano interno da estrutura de contenção, provocando na massa uma resistência ao longo do possível plano de escorregamento.
3ª Afirmativa – Verdadeira: no empuxo passivo, a estrutura se desloca contra o terrapleno. Surge então o coeficiente de empuxo passivo (Kp), utilizado para o cálculo do empuxo quando o solo sofre compressão. Neste caso o solo é comprimido pela estrutura, gerando ao longo do plano de ruptura, uma reação ao arrastamento, ou seja, de resistência ao cisalhamento.
Alternativa D é correta.
 


DOWNLOAD DE EXERCICIOS DEMONSTRATIVOS

INDICE

Comentários (2)

Fazer um comentário

Seu Nome:


Seu Comentário: Obs: Não há suporte para o uso de tags HTML.

Avaliação: Ruim           Bom

Digite o código da imagem:



Tags:

DIDATICA EDITORIAL - CNPJ 12.834998/0001-09 - Alameda Doutor Carlos de Carvalho, 655, Loja 11 - Centro - 80430-180 - Curitiba/PR - Telefones: (41) 3408-9972 - (41) 9702-0059 TIM - Funcionamento das 9:30 as 18 horas, em dias uteis - Lepchak Design

Assine nossa Newsletter